A busca pelo corpo perfeito é uma preocupação constante das mulheres e, por isso, é normal que muitas dúvidas surjam a respeito de quais são as melhores estratégias para alcançar essa meta.

As principais questões se referem a qual tipo de alimentação pré-treino é realmente eficaz, quais os alimentos adequados para serem consumidos após a prática de exercícios físicos e como se organizar para que tudo flua conforme planejado.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas interessantes e reunimos uma seleção de alimentos que vão ajudar você a ter mais energia, força e resistência, além de um corpo esbelto e saudável, prontinho para o verão!

Consuma os alimentos certos

Com certeza, o cardápio diário é fundamental para melhores resultados da prática de atividades físicas, seja ela musculação, corrida, spinning ou ginástica. Entretanto, a alimentação pré-treino e pós-treino são as mais importantes na construção de um corpo em forma.

Para uma performance melhor na hora da atividade física, é indicada a ingestão de carboidratos e proteínas magras antes do treino, como batata-doce, pão integral, fruta com granola e iogurte desnatado, ovos mexidos ou cozidos e frango. Para quem deseja perder peso, uma xícara de café grande com uma pitada de canela é um excelente termogênico — além de ser natural e acessível a todos.

O ideal é se alimentar uma hora antes da prática da atividade física para evitar o risco de náuseas e torpor.

Depois do treino, é o momento de ajudar o organismo a repor as proteínas perdidas durante o exercício e auxiliá-lo na construção da massa magra. Portanto, pode-se consumir sanduíche integral de queijo branco, arroz integral com frango e salada verde, vitamina de frutas ou, o queridinho do público fitness, o whey protein.

No caso das atividades de alta intensidade, é interessante consumir, durante a prática do exercício, isotônicos para a reposição rápida dos minerais perdidos.

Monte um cardápio

Para atingir resultados realmente eficazes, é recomendado dar atenção especial à alimentação. Por essa razão, vale a pena investir na busca por um profissional de nutrição que monte um cardápio personalizado para atender às necessidades específicas de cada um, de acordo com os objetivos traçados.

Mas para quem não tem tempo de visitar um nutricionista, algumas dicas mais simples podem ser adotadas — e os resultados virão!

Especialistas da área orientam que seja montado um cardápio com todos os alimentos indicados para a manutenção da massa magra, a perda de gordura corporal e o consequente ganho de energia, força e resistência, não apenas na academia, mas ao longo de todo o dia.

Planeje a rotina

A rotina deve ser planejada para facilitar a vida na hora das refeições. Inclusive, a questão do horário é extremamente importante, pois, para ter bons resultados é indispensável não apenas comer bem, mas também ter hora certa para se alimentar.

Já está clinicamente comprovado que para manter o corpo bonito e magro, é preciso se alimentar e se manter satisfeito. Longos períodos sem ingestão de nenhum alimento fazem com que o organismo entenda que deve estocar energia, o que diminui o gasto calórico e, a longo prazo, a massa magra passa a ser consumida. Ou seja, os efeitos são totalmente contrários ao que se deseja.

Sendo assim, o indicado é realizar em média seis refeições por dia, porém em porções menores para que o metabolismo se mantenha ativo.

Uma dica para esse planejamento funcionar é montar, no dia anterior, as porções que serão consumidas no dia seguinte. Desse jeito, não há desculpas para fugir do plano alimentar saudável.

Agora que você já sabe como a alimentação pré-treino vai ajudar você a ter mais energia, força e resistência, compartilhe esse post em suas redes sociais e ajude seus amigos com nossas dicas!