Você é daquele tipo que fica flertando com a atividade física, mas que precisa de um empurrãozinho para sair da cama? Ou é daqueles que adora uma corrida, mas logo perde o fôlego, desanima e acaba desistindo? Então saiba que o fone de ouvido pode ser um grande aliado: ouvir músicas para malhar, correr ou fazer qualquer tipo de exercício pode te ajudar — e muito!

Alguns dos benefícios da música durante os exercícios são bem fáceis de perceber: quando escutamos nossas bandas preferidas, nos sentimos mais dispostos, com o humor melhor e com vontade de nos mexer, não é verdade?

Mas as vantagens vão muito além, e já têm até comprovação científica. Acompanhe para saber mais:

Ouvir músicas para malhar estimula e aumenta o rendimento

Você já reparou que muitos atletas de ponta, como Michael Phelps e Usain Bolt, estão sempre de fones de ouvido antes de competir? Ou os lutadores de MMA, que escolhem ao som de qual música desejam subir ao octógono? Com certeza não é só pela marra: pesquisas recentes demonstram que a música pode deixar o atleta a “ponto de bala”, ou seja, no ápice de seu rendimento físico. 

Seja pelo fator emocional ou por despertar alguma lembrança pessoal, certas canções ajudam o atleta a dar tudo de si na hora de competir. E não precisa ser esportista de ponta para sentir isso: se você quer aumentar a carga de algum exercício, experimente contar com a ajudar de algum som que te faça querer superar limites e sinta o resultado!

Quem canta seus males (e as dores) espanta

As descobertas científicas sobre o assunto não param por aqui. Em outra pesquisa, a McMaster University, no Canadá, contou com a ajuda de praticantes do treino intervalado de alta intensidade (HIIT, em inglês) para apontar o aumento da satisfação dos atletas ao ouvir música durante os exercícios. Depois dos estudos, tornou-se possível afirmar que isso acontece por duas razões principais:

  1. O corpo “se distrai” da exaustão física;
  2. A música faz o corpo liberar hormônios de prazer.

A explicação é a seguinte: com o som rolando, o organismo tem uma quantidade maior de informações para processar, fazendo o corpo se desligar parcialmente das dores provocadas pela fadiga. E como geralmente as pessoas que malham escolhem músicas contagiantes e com letras animadas para ajudar no exercício, o atleta alia o prazer da endorfina com o da música, saindo da atividade física com o humor melhor do que quando começou a se mexer.

Quer manter o ritmo? Deixe a batida do som te levar

Quer mais uma prova da ajuda da música na hora de se exercitar? Então preste bastante atenção no seu corpo na próxima vez em que escutar alguma música de que goste bastante. Note como suas mãos ou pés vão se movimentar de acordo com o ritmo da canção. É isso mesmo: a sua playlist favorita tem o poder de fazer você querer se movimentar!

Trata-se da transmissão de energia que a música leva ao cérebro, que a traduz em impulsos nervosos e movimenta o nosso corpo. Por esse motivo, uma dica é escolher as músicas de acordo com o tipo de exercício que deseja praticar: enquanto sons mais leves são indicados para a yoga, por exemplo, batidas mais aceleradas são mais apropriadas para a academia, corrida ou pedalada. 

Quando o corpo entra no ritmo da música, outras alterações (também já observadas em laboratório) acontecem no nosso organismo:

  • Redução do estresse físico e mental;
  • Alteração dos batimentos cardíacos e pressão sanguínea;
  • Influência no metabolismo.

Tudo isso auxilia no fluxo de energia do corpo humano — ou seja, ajuda a manter tudo em ordem e funcionando em ótimas condições.

Entre na dança com a gente

Agora que você já sabe todos os benefícios de ouvir músicas para malhar, não vai ficar parado, não é? É só separar aquelas que você mais curte e #partiu treino!

Para ajudar a te inspirar, preparamos uma playlist que vai te dar aquele gás que faltava. Escute conosco, escolha seus modelos Unlimit favoritos e vamos malhar!

E aí, você gostou desse post? Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco!