Todo inverno é a mesma coisa: bate aquele friozinho e, com ele, vem a vontade de ficar debaixo da coberta, comer besteira e ver filmes e séries. É a pior época do ano para quem quer cuidar do corpo, certo? Errado!

Se você pensa assim, está muito enganado: é mais fácil perder peso no inverno do que em qualquer outra estação do ano!

Ao contrário do que muita gente acha, as baixas temperaturas são grandes aliadas na hora de entrar em forma. E a explicação é simples: como o clima externo é mais frio, o corpo precisa gastar mais energia para se manter aquecido e aumenta o seu metabolismo, o que significa aumento no gasto calórico do organismo. Em épocas de maior frio, o consumo de calorias pelo corpo pode ser até 10% maior!

Então, basta viver no gelo para ficar em forma? Calma, não é bem assim. Como tudo tem o seu preço, o corpo também paga por consumir mais energia, e a conta chega para a gente em forma de apetite.

Já percebeu que, quando o tempo está frio, temos mais vontade de comer? Pior: geralmente, a vontade é de alimentos mais gordurosos, como chocolate, massas e queijo. Isso acontece porque o corpo quer repor as calorias que perdeu. Por isso, a atenção para não enfiar o pé na jaca precisa estar redobrada!

O segredo para perder peso no inverno, então, está na disciplina, e pode ser resumido em algumas dicas:

Controlar qualidade e quantidade dos alimentos

Não é porque o corpo gasta mais calorias que podemos sair comendo um monte de besteira todo os dias, não é mesmo? A mesma regra de ingerir alimentos saudáveis que serve para o ano inteiro não deve ser abandonada no inverno: tente manter frutas, legumes, verduras e carnes magras nas refeições.

Como o apetite aumenta, servir-se de sopa como entrada pode ser uma boa dica: ela confere saciedade, hidratação e costuma ter baixos índices calóricos.

Isso quer dizer que é preciso dar adeus ao fondue, ao chocolate quente e a todas aquelas delícias típicas do inverno? Claro que não! Lambuzar-se um pouquinho com as “gordices” faz parte de aproveitar a estação, não é mesmo?

Melhor ainda se puder optar pelas alternativas menos calóricas, como adoçante, leite desnatado e cacau em pó. Se não tiver? Tudo bem: o que não pode é exagerar na dose (confira aqui dicas de como dar uma fugidinha da dieta sem chutar o balde).

Caprichar nos alimentos termogênicos

Tudo bem que o gasto calórico do corpo já está naturalmente mais alto, mas não custa dar uma forcinha a mais. Além de suplementos específicos, alguns alimentos ajudam a elevar ainda mais o metabolismo do nosso organismo  e, de quebra, podem ser bem gostosos se usados da maneira correta. É o caso da cafeína, por exemplo: quem não gosta de um bom cafezinho no frio?

Já outros, como gengibre, pimenta, alho, cebola e canela, não só são ótimos temperos como excelentes termôgenicos. Já experimentou, por exemplo, esquentar uma banana no micro-ondas e depois salpicar canela em pó por cima? Fica uma delícia!

Descubra as melhores maneiras de acelerar para valer o metabolismo do seu corpo. 

Não parar os exercícios

Todo mundo sabe que é difícil, mas não tem outro jeito: é preciso vencer a preguiça e sair para se exercitar mesmo com o friozinho. Afinal, não existe fórmula mágica para emagrecer de maneira saudável sem ser praticando atividades físicas.

Para dar um empurrãozinho na hora de desligar o despertador e pular da cama, lembre-se desta lista de benefícios que a prática de exercícios traz para a saúde:

  • não tem tanto suor, já que o corpo não transpira tanto;
  • a qualidade do sono fica maior, porque não ficamos o dia todo dentro de casa;
  • combate depressão e mau humor, que tem taxas aumentadas nas regiões mais frias durante o inverno;
  • além de aliviar o estresse, ajuda na circulação e respiração.

Viu como vale a pena aproveitar para perder peso no inverno?

Se você tem outras dicas ou receitas saudáveis para aproveitar o friozinho sem exagerar nas calorias, compartilhe com a gente e deixe o seu comentário aqui embaixo!